Direitos iguais: INSS reconhece benefício a viúvo de marido contribuinte | Radio Mega Flex | Web Radio Gay, Gay Radio, Web Radio LGBT, Radio LGBT, Radio GLS, Radio Gay Brasil
Sorteio Lucas Angelo Programa Sorteio
1 2 3 4

Direitos iguais: INSS reconhece benefício a viúvo de marido contribuinte


Direitos iguais: INSS reconhece benefício a viúvo de marido contribuinte
O Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) passa a reconhecer os mais de 20 benefícios da Previdência Social a casais formados por pessoas do mesmo sexo. Dentre eles, o mais controverso, o direito a uma renda para o dependente do contribuinte (marido) falecido.

Até então, apesar de a Justiça reconhecer o direito de casais gays ao benefício, os sistemas do INSS não estavam preparados para a medida e ainda eram controversos quando requeridos por gays que perderam os seus maridos ou companheiros.

Segundo a portaria número 513/2010, do Ministério da Previdência, do Ministério da Previdência Social, casais gays passam a integrar o rol de dependentes oficialmente reconhecidos - da mesma maneira que qualquer casal hétero.

Para o benefício, além de o companheiro ou companheira falecido ser contribuinte da Previdência Social, o marido ou esposa deve apresentar ao menos três documentos que comprovem a união. O benefício de pensão pode ser concedido no ato do requerimento, caso seja apresentado todos os documentos.

Quem almeja requerer o benefício no INSS, é necessário fazer o agendamento por telefone 135, ou pelo endereço www.previdencia.gov.br.

Saiba quais documentos comprovam a união: 

- Declaração de Imposto de Renda do segurado, em que consta o interessado como seu dependente;

- Anotação constante de ficha ou Livro de Registro de empregados;

- Apólice de seguro da qual conste o segurado como instituidor do seguro e a pessoa interessada como sua beneficiária;

- Certidão de nascimento de filho havido em comum;

- Certidão de casamento Religioso;

- Conta bancária conjunta;

- Declaração do imposto de renda do segurado, em que conste o interessado como seu dependente;

- Declaração de não emancipação do dependente menor de vinte e um anos;

- Declaração especial feita perante tabelião (escritura pública declaratória de dependência econômica);

- Disposições testamentárias;

- Escritura de compra e venda de imóvel pelo segurado em nome do dependente;

- Ficha de tratamento em instituição de assistência médica da qual conste o segurado como responsável;

- Prova de mesmo domicílio;

- Prova de encargos domésticos evidentes e existência de sociedade ou comunhão nos atos da vida civil;

- Procuração ou fiança reciprocamente outorgada;

- Quaisquer outros documentos que possam levar à convicção do fato a comprovar;

- Registro em associação de qualquer natureza onde conste o interessado como dependente do segurado.
Fonte: A CAPA
COMPARTILHAR:

Google+

Comente nossa postagens com o Facebook:

Postagem da Semana

Charles & Mancini lançam “Melhor atriz do ano” com participação de Day & Lara

Charles & Mancini  lançam hoje (22/03) a primeira música do DVD “ Um gole de pinga ”, a música intitulada “ Melhor atriz do ano ” con...

Radio Mega Flex I Todos Os Direitos Reservados. Tecnologia do Blogger.