Loja britânica Tesco vende boneco "melhor amigo gay" e gera polêmica; veja!

Em seu site, a rede de supermercados britânica Tesco começou a comercializar um boneco com a seguinte descrição: "melhor amigo gay".

"(As séries) 'Sex and The City' e 'Will & Grace' nos ensinaram que o melhor amigo g*y [a rede censurou a palavra gay] está na moda. Nos já tivemos a bolsa masculina, a polaina e a febre do iPhone, agora é hora de uma nova mania. Apesar do traje dele não merecer elogios, o melhor amigo g*y inflável está pronto para te dar uma dica de moda, dizer se o seu bumbum está muito grande e criticar quem não está usando sapatos do Jimmy Choo", dizia o texto de divulgação do produto.

Além de censurar a palavra "gay" como se fosse um palavrão, a varejista recebeu milhares de críticas quanto ao esteriotipo do boneco.

"É mesma coisa que tentar vender gelo para os esquimós. Não dá para imaginar porque uma mulher preferiria comprar um amigo gay inflável quando poderia escolher um real entre os dois milhões de gays que vivem na Grã-Bretanha. Ainda mais se for considerado o fato que os reais são muitos mais bonitos do que essa pálida imitação da Tesco", declarou um ativista Ben Summerskill, presidente da instituição LGBT Stonewall.

Após as inúmeras reclamações, a rede retirou a venda do boneco e afirmou que o produto havia sido colocado no site por um fornecedor tercerizado.

"A página web deveria ter sido removida na época, estamos investigando porque ela ainda ficou visível depois de dois meses. Temos regras muito claras para os fornecedores de produtos do nosso site. É muito triste que elas não tenham sido seguidas", declarou a rede varejista em comunicado ao site Pink News.


Boneco "Melhor amigo gay" à venda no site da Tesco


TAG