"Incomodou a minha família, que é conservadora", diz cantor Daniel sobre "fama de gay"

O cantor Daniel, que faz parte do time de jurados do “The Voice”, ao longo de sua carreira passou por muitas mudanças. Deixou o estilo “caipira” de lado, passou a se vestir mais casualmente, e até encarou alguns trabalhos como ator.

O que não mudou, no entanto, foram os boatos quanto a sua sexualidade. O cantor, que é casado e pai de duas filhas, sempre lidou com fofocas de que era gay. Em entrevista, Daniel falou sobre o assunto e diz que a “fama de gay” não o incomodou.

“O povo é criativo... Os boatos de que eu era gay surgiram numa época em que não expunha meu relacionamento. Mas nunca rebati. Primeiro, porque não tenho preconceito. Depois, porque não o sou, minha opção sempre foi mulher. Quem sofreu muito com esses comentários foi minha família, que é conservadora e recebia as notícias atravessadas. A mim, pessoalmente, não magoaram”, declarou ao Extra.

Daniel falou ainda sobre o polêmico ensaio de cueca, para divulgar uma marca de roupa íntima. “Fiquei exposto, virei motivo de piada. Disseram que eu só estava querendo aparecer, o que não é verdade. Eu me arrependi, nesse ponto. Não precisava ter passado por isso. Volta e meia, parava o carro em plena São Paulo e me via de cueca, naquela foto enorme na traseira do ônibus. Pra quê, né?”

Daniel em sua famosa pose em propaganda de cueca nos anos 90

O cantor, que completa 45 anos nesta segunda-feira, diz que se sente ainda com 20 e poucos mas tem medo de ficar com a famosa barriguinha de chopp. “Tenho esse gás [de 20 anos]. Mas sempre tive preocupação com calvície, em ficar barrigudo... O metabolismo é outro. Quero envelhecer bem e com saúde”, concluiu.
TAG